Primeiro imóvel: sonho ou realidade? - Primasa Engenharia
Atendimento via WhatsApp

Primeiro imóvel: sonho ou realidade?

 A busca pela conquista da casa própria é ainda o primeiro sonho dos brasileiros. Com a pandemia, houve um aumento pela procura do novo lar, principalmente pelo primeiro imóvel e, pois, poder sair do aluguel garante maior qualidade de vida e um grande alívio para o orçamento, como também pela ressignificação de diversas áreas profissionais com a aposta do home office, onde a necessidade por este espaço cresce. Os bancos têm contribuído para a realização deste sonho com a redução da taxa SELIC para 2% ao ano (menor valor da história), tornando o cenário para compra de imóvel favorável, já que o financiamento imobiliário ficou mais acessível. Inclusive, já existe a possibilidade da parcela de um contrato de 30 anos ser menor que a de um aluguel.

02.jpg
As construtoras em Sergipe colaboram também com esta conquista através de projetos específicos e diferenciados em cada segmento. Segundo Sérgio Smith Júnior, que é diretor Comercial da Construtora Primasa Camel, empresa atuante na capital e interior do estado, o mercado imobiliário está com uma gama de empreendimentos, de diversos segmentos, apresentando várias oportunidades para o público. “A procura por produtos no segmento econômico cresceu absurdamente e é uma das linhas de imóveis da nossa empresa, que vem mostrando êxito em vendas. Ano passado, bem no começo da pandemia, lançamos o Green Village, na Barra dos Coqueiros, que foi todo vendido em três meses. Isso comprova o quanto o brasileiro quer sair do aluguel o mais rápido possível”, comenta Sérgio.
Esta “sede” pela casa própria é também pelas facilidades de pagamento que o mercado oferece. São imóveis que contam com ajuda de custo do governo, através do Programa Casa Verde e Amarela, com subsídios que podem chegar até 30 mil reais, a depender da cidade/região, além de poder utilizar o FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Contudo, é preciso lembrar que a compra não inclui apenas o valor do bem. Há custos com ITBI, a taxa de escritura e de registro, então esses aspectos devem entrar no planejamento das finanças. “Algumas construtoras acabam isentando o comprador com essas taxas em determinados empreendimentos, como é no caso da Primasa Camel, que geralmente são custos altos, além disso, oferecemos um plus: entregamos as áreas de lazer equipadas e decoradas, reduzindo assim o valor do condomínio e alguns itens instalados, como churrasqueira na varanda, em alguns empreendimentos”, diz o diretor.
Porém, na hora de tomar a decisão de comprar um imóvel, é de suma importância a pesquisa e a organização financeira. Com conhecimento e decisão estruturada, só há pontos positivos na aquisição. O imóvel novo ou na planta ainda é o mais procurado, por ter um prazo maior para pagar, entrada parcelada, personalização do ambiente: como alterar portas, azulejos, etc., evitando reformas, negociação de pagamento é mais facilitada, valorização, entre outros.
E Sérgio Smith Júnior dá a dica: “É importante frisar que para que a realização do sonho da casa própria não se torne um pesadelo, o cliente precisa ter planejamento e organização financeira e pesquisar bastante as construtoras, ter confiança e conhecer a seriedade da empresa, que é um passo primordial para que tudo saia do jeito que o cliente sonhou”, finaliza.
 FINANCIAMENTO
Por falar em seriedade, a Construtora Primasa Camel confirma isso, mais do que nunca, através de duas assinaturas de contrato de financiamento com a CAIXA, simultaneamente, em dois empreendimentos, um deles recém-lançado: o alto padrão Grand Smart e o Reserva do Eucaliptos, condomínio localizado em Lagarto, estando com mais da metade vendida em ambos, comprovando a solidez e credibilidade da empresa no mercado imobiliário sergipano. 
 

// 2019-02-05-RD Station - Tag da API